terça-feira, março 27, 2012

"Avenida Brasil" já é a melhor novela das 9 desde "A Favorita"

O único problema é que passaremos a novela toda ao som de Kuduro, tema de abertura

Vai ser preciso um esforço faraônico para João Emanuel Carneiro tirar do telespectador a certeza de que Avenida Brasil vai, com tranquilidade, se tornar uma das melhores novelas das 9 deste breve século. Se com A Favorita ele já estabeleceu um padrão de qualidade que até agora não foi quebrado, com o seu mais recente folhetim, que estreou ontem, as expectativas se sustentam em um histórico favorável.

Inicialmente, o primeiro capítulo prendeu pelas imagens. E um trabalho de direção ágil, que destacou poucos núcleos -- apenas o cômico, encabeçado por Alexandre Borges, Camila Morgado e Debora Bloch, não empolgou ainda. Com isso, foi o núcleo principal que roubou a cena. Adriana Esteves desde já conquistou a crítica, e tem tudo para conduzir a vilã Carmen Lúcia a um patamar semelhante ao alcançado por Flora (Patrícia Pillar) no hall das vilãs de telenovelas.

Ainda sobre as imagens, elas realmente foram um achado. Nem parece o mesmo Rio de Janeiro visto na semana passada, em Fina Estampa. Um tratamento digno de cinema, um passo arriscado em tempos em que só se pensa na tal da Classe C (o que na prática significa, por mais absurdo que pareça, abrir mão de qualidade em detrimento de uma linguagem mais fácil e colorida).

Aqui nós temos que abrir um parênteses para destacar que, no horário das seis, isso já não é novidade. Cordel Encantado, eleita a Melhor Novela pelo Troféu Imprensa 2012, apenas a título de exemplos, tinha uma imagem bastante rica, em razão não só das câmeras utilizadas, mas também de um toque todo especial da direção. Depois de um período cinzento, este é o horário onde mais se experimenta, sem uma preocupação tão grande com a audiência, como foi tempos atrás. A Vida da Gente, que não teve uma audiência considerada boa para os padrões da emissora, não sofreu nenhum tipo de pressão, porque era bastante elogiada por quem assistia.

No meio disso há o horário das sete, que anda meio parado no tempo, e depois temos a faixa nobre, a que paga o salário de toda a emissora, como gosta de enfatizar Aguinaldo Silva. Avenida Brasil está trazendo os avanços já experimentados no horário das seis, para o horário de maior relevância da TV. E isso pode trazer profundas repercussões nos folhetins vindouros.

E a história, o que realmente interessa, já mostrou que não vai deixar a peteca cair. A estreia marcou 37 pontos, menos do que merecia, mas quem conhece o trabalho de João Emanuel Carneiro sabe que ele tem cartas na manga. Os recordes de audiência virão com o tempo, com toda certeza. 

Do outro lado, a Record, achando que seria fácil, escalou Rei Davi para concorrer com a estreia da Globo. Erro de principiante. Apesar do sucesso da minissérie, o compacto marcou apenas 6 pontos, sequer arranhando a liderança da Globo.

Curta a página do blog no Facebook!

3 comentários:

Alan Raspante disse...

Ainda não consegui assistir um mísero capítulo dessa nova novela, mas tá todo mundo elogiando bastante ;)

Alan Raspante disse...

Thico?
Alguém?

Enfim. Esperando a "ressureição", rs
Espero que esteja bem, fera!

Marília disse...

Cansou do blog?

"Blog de humor e fantasia, criado para fins de entretenimento, apenas. As informações e opiniões aqui contidas podem não corresponder à realidade. Se você se ofendeu com alguma postagem, certamente a mesma se trata uma ficção que deve ser imediatamente desconsiderada, e não levada a sério"
Related Posts with Thumbnails

contador de visitas

Contadores Web visitantes desde 12-07-2008 (o blog foi criado em Outubro de 2006) [Contadores Web]