terça-feira, setembro 20, 2011

Review: A estreia da 9ª temporada de "Two and a half men: Dois homens e meio" - Episódio "Nice to Meet You, Walden Schmidt". Série bate recorde de audiência



Tanta polêmica rendeu a Two and a half men - Dois homens e meio a maior audiência de sua história: 27.7 milhões de telespectadores. Foi quase o dobro da última e inesperada season finale, que foi assistida por pouco mais de 14 milhões -- que não faziam ideia de que aquele era o último episódio da temporada. E entre o público recorde do episódio de ontem, estava uma figura ilustre: Charlie Sheen reuniu amigos e acompanhou o seu "funeral", e fez até elogios.

Charlie Sheen escreveu: - Cercado de amigos e assistindo à estreia de
Two and a Half Men. Estranho, mas legal! Muitas risadas até agora.
Eu não sou fã de Two and a half men. Não gosto nem desgosto, apenas não acompanho. Sei que se trata de uma série com boas qualidades, e temos que assumir que muito do seu sucesso girava em torno da figura do Charlie Harper, um verdadeiro ídolo para o público masculino.

Já falamos aqui da arriscada manobra do criador Chuck Lorre ao escolher o desfecho para o personagem de Charlie Sheen, matando-o. A sitcom agora perde o seu elo mais forte. Terá que ser totalmente reconstruída em torno dos personagens secundários, que têm um carisma muito forte, e do Alan (Jon Cryer), que é um coadjuvante por natureza.

A morte do Charlie foi tratada de forma natural, sem grandes sofrimentos daqueles que o cercavam. Muitas piadas foram feitas em cima da morte e das circunstâncias que culminaram nela. Eu, que não acompanhei o seriado por 8 anos, fiquei incomodado. Principalmente quando a personagem Rose, ao descrever de forma suspeita o momento do acidente que vitimou o Charlie, um dia depois de traí-la: "Então podem imaginar o meu horror quando no outro dia ele escorregou em uma plataforma de metrô e caiu na frente de um trem que vinha (...) Seu corpo explodiu feito um balão cheio de carne". Tudo pelo humor? Porque eu achei desnecessário.

Pensei naqueles que idolatravam o personagem. E continuei pensando naqueles que foram pegos de surpresa; ninguém tem obrigação de saber a história da briga entre Charlie Sheen, Chuck Lorre e Warner Bros. Tudo bem que a mídia cobriu em peso todos os acontecimentos, mas pense bem, tem gente que não sabe que Bob Marley morreu. Você acha que a saída de Sheen é algo tão relevante assim para toda pessoa no mundo se achar no dever de saber? Claro que não.

O que não quer dizer que foi um episódio ruim. Havia boas piadas, mesmo as de humor negro. Ashton Kutcher não fez feio, mas o seu personagem ainda é algo a ser descoberto. Ele não foi protagonista de nada no episódio de ontem. Pareceu tão-somente uma boa participação especial.

A verdade é o que aconteceu foi a estreia de uma nova série. E é exatamente este o termo que eles estão utilizando internamente; as aventuras do bon-vivant Charlie Harper ficaram para trás. A reinvenção de "Two and a half men" é um processo que vamos acompanhar ao longo dessa temporada, a cada episódio. Tudo pode acontecer, até o cancelamento.

E se alguém ainda quer ter alguma esperança do retorno de Charle Sheen, aqui vai uma voz amiga: eles deixaram uma ponta solta. O corpo não foi mostrado para ninguém, a única testemunha do ocorrido foi a lunática Rose, e o Alan mencionou que os restos mortais não lembravam muito o seu irmão. Não quero que criem falsas expectativas, apenas tenham em mente que, apesar de mínimas, as chances existem e eles se prepararam para qualquer eventualidade.

Do lado de cá, Charlie Sheen está apresentando um comportamento mais brando, assumiu que fez besteira, desejou sorte à série, e até deu conselhos a Ashton Kutcher nos bastidores do Emmy. Após um acordo de US$ 25 milhões, terá fim a sua disputa judicial com a Warner, ou seja, menos uma peleja.

O público brasileiro que acompanha Dois homens e meio no Warner Channel poderá conferir a estreia da nova temporada no dia 9 de novembro.


2 comentários:

alan raspante disse...

Tanto alarde por nada? Aconteceu o previsto, Charlie morreu...

Enfim, vamos ver como será daqui pra frente...

Marília disse...

Eu gostei desse episódio, mas isso se deu provavelmente por eu nunca ter assistido qualquer outro. Só achei que o Ashton pareceu muito com um Kelso (personagem dele de Thats 70 Show) adulto e rico. E que, por mim, tá tudo ok: eu gostava do Kelso mesmo. :D

"Blog de humor e fantasia, criado para fins de entretenimento, apenas. As informações e opiniões aqui contidas podem não corresponder à realidade. Se você se ofendeu com alguma postagem, certamente a mesma se trata uma ficção que deve ser imediatamente desconsiderada, e não levada a sério"
Related Posts with Thumbnails

contador de visitas

Contadores Web visitantes desde 12-07-2008 (o blog foi criado em Outubro de 2006) [Contadores Web]